26 de Maio de2024


Área Restrita

Mato Grosso Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 10:04 - A | A

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020, 10h:04 - A | A

Mato Grosso

Mão de obra de reeducandos da Mata Grande pode ser contratada por empresários

Conhecer as frentes de trabalho dos reeducandos da Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Correa, em Rondonópolis (250km de Cuiabá), foi o...

Gov Mato Grosso

Conhecer as frentes de trabalho dos reeducandos da Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Correa, em Rondonópolis (250km de Cuiabá), foi o objetivo de uma visita da equipe técnica da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec MT) nesta quinta-feira (22.10). Uma parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio do programa Pensando Grande para os Pequenos, deve ser formatada e fomentar o interesse dos empresários mato-grossenses por esta mão de obra.

"O trabalho que vimos aqui é magnífico e percebemos que os reeducandos sairão melhores e mais preparados para serem reinseridos, pois muitos não tinham qualificação alguma. Vamos incentivar os empresários e levar esta ideia para as rodadas do Circuito Empreendedor no próximo ano", afirmou Celso Banazeski, secretário adjunto de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, a parceria pode ser proveitosa para ambas as partes. "Vamos motivar os empresários, pois isso pode ser um diferencial de competividade com mão de obra mais barata e sem encargos. Inclusive, o governador Mauro Mendes assinou um projeto de lei que prevê o auxílio da empreendedores que contratarem esta mão de obra com o pagamento de metade de um salário mínimo", explicou.

"Agora que conhecemos o trabalho das unidades prisionais e aceitamos o desafio de ingressar no projeto, precisamos do regramento de como será a parceria. Então, consultaremos todas as áreas técnicas necessárias para dar andamento e partir para a prática", informou Elisama Fonseca de Carvalho Macedo, superintendente de Política Industrial, Minas e Energia da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor.

A penitenciária conhecida como "Mata Grande" é a segunda maior do Estado e abriga atualmente 1.500 presos, dos quais 330 estão trabalhando extra e intramuros. O diretor Aliton Ferreira disse que é preciso preparar para ressocializar. "Temos que ter a consciência de que todos vão sair. Queremos eles melhores ou piores? Por isso, é preciso descobrir o talento de cada um e incentivar o trabalho", afirmou.

A Mata Grande tem vocação para o trabalho, na opinão da superintendente de Política Penitenciária da Sesp, Michelli Egues Dias Monteiro. "Convidamos a Sedec para conhecer o trabalho realizado aqui e compreender o potencial da unidade. O trabalho tira da ociosidade, dá retorno para a sociedade e dá dignidade para os presos, além do retorno interessante para o empresário", diz.

O diretor da penitenciária contou que há uma comissão que faz a seleção dos presos aptos a trabalhar, composta por assistente social, psicóloga, assessora jurídica, entre outros profissionais. "Há um protocolo de inserção dos recuperandos para verificar as habilidades e os perfis para cada trabalho". Entre os trabalhos desenvolvidos na penitenciária estão panificação, oficina elétrica, alfaiataria, artesanato, marcenaria, entre outros.

Fonte: GOV MT

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]