propaganda

Política MT /

Quinta-feira, 10 de Junho de 2021, 18h:05

A | A | A

CPI dos Medicamentos requer cópia de inquérito da Deccor

Carol Siqueira/Secom Câmara A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Medicamentos, instaurada na Câmara de Cuiabá para apurar a questão...


Imagem de Capa
Câmara de Cuiabá MT
Carol Siqueira/Secom Câmara

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Medicamentos, instaurada na Câmara de Cuiabá para apurar a questão dos remédios com prazo de validade vencida encontrados no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos da Capital, encaminhou um ofício a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) solicitando cópia do inquérito oriundo da Operação Overpriced.

A medida é reflexo dos desdobramentos da investigação criminal conduzida pelo órgão, que nesta quinta-feira (10) deflagrou a segunda fase da Operação.
Como cita questões referentes a medicamentos vencidos, o qual é objeto de investigação da CPI, a intenção dos membros da Comissão é reunir informações que venham a corroborar com as investigações em andamento no Parlamento Municipal.
Para tanto, foi solicitado “acesso integral ao presente Procedimento de Investigação Criminal ou outros dele decorrentes referentes à primeira e à segunda fase da Operação Overpriced”.
“Dentre os medicamentos vencidos que estão estocados no CEDMIC temos a ivermectina, que é utilizada para o tratamento da Covid-19. As investigações da Deccor cruzam com a que estamos realizando na Câmara e estamos solicitando acesso a esses dados para corroborar ao nosso levantamento. Nós não mediremos esforços para elucidar os fatos e dar uma resposta para a população”, coloca o relator da CPI, vereador Marcus Brito Junior (PV).
Também integram a Comissão os vereadores Lilo Pinheiro (PDT), que responde pela presidência do grupo, e o tenente coronel Paccola (Cidadania), que figura como membro titular.

Kamila Arruda/Assessoria de Imprensa Vereador Marcus Brito

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto