26 de Maio de2024


Área Restrita

Mato Grosso Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020, 10:32 - A | A

Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020, 10h:32 - A | A

Mato Grosso

Expedição Araguaia inicia atendimentos em Santa Terezinha

Depois de 60 anos o sitiante Audino Gomes Fonseca, 77 anos, conseguiu corrigir um erro no Cadastro de Pessoa Física (CPF) dele: na data de...

Tribunal de Justiça de MT

Depois de 60 anos o sitiante Audino Gomes Fonseca, 77 anos, conseguiu corrigir um erro no Cadastro de Pessoa Física (CPF) dele: na data de nascimento do documento constava o aniversário do pai dele. E a solução veio por meio da Expedição Araguaia, projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, que realiza atendimentos na Escola Estadual Martiniano Carlos Pereira, em Santa Terezinha.
 
"Esse erro me dava muita dor de cabeça. Toda vez que precisava fazer um negócio, um empréstimo, tinha que ter outra pessoa para assinar os documentos porque eu não podia. Precisava de um financiamento no banco é foi negado. Mas, agora está tudo resolvido", disse depois de passar pelo atendimento da Receita Federal, parceira do projeto. "A Expedição Araguaia é uma benção", agradeceu.
 
Entretanto, para Seo Audino e centenas de moradores de Santa Terezinha serem atendidos, a equipe da Justiça Comunitária e parceiros precisou percorrer 1323 km (de Cuiabá a Santa Terezinha), em dois dias. Saindo de Cuiabá na madrugada de terça-feira (01), enfrentou a distância, trechos sem asfalto, poeira, áreas sem serviço de celular e pontes de madeira má conservadas, para chegarem às 20h de quarta-feira (02) na cidade. A entrada foi "triunfante", com buzinaço e uma carreata tendo o prefeito de Santa Terezinha, Euclécio Ferreto, a frente do cortejo.
 
"Vocês puderam sentir um pouco da dificuldade da nossa população, que vive muito distante da Capital. Nosso município é muito carente e a chegada do projeto é muito bem-vinda, vai ajudar muita gente. Eu só tenho a agradecer", afirmou o prefeito.
 
A entrada na cidade foi uma forma de anunciar a chegada de serviços gratuitos de saúde, cidadania e da Justiça aos moradores de Santa Terezinha. E eles entenderam o recado. Na manhã de quinta (03) muitas pessoas aguardavam pelo início do atendimento. E uma preocupação extra acompanha toda a equipe nesta segunda edição do projeto: a prevenção do contágio pelo novo corona vírus.
 
Além do uso de máscara e higienização das mãos, o juiz-coordenador da Justiça Comunitária, José Antônio Bezerra Filho, o Dr Tony, organizou o atendimento de modo a manter o distanciamento social, com cadeiras distantes umas das outras. Só entrou na escola pessoas que precisassem dos serviços ofertados, o número de atendimentos foi fixo (definido por cada parceiro) e o horário reduzido das 09h às 17h. "Nossa grande preocupação é estar presente nesta região que tanto precisa dos serviços do poder público, ainda mais em período de pandemia. Mas sempre tomando todos os cuidados sanitários para garantir a segurança tanto da equipe da Expedição quanto da população que está sendo atendida", reforça o magistrado.
 
Outros Serviços - Seo Audino foi acompanhado da nora, Bruna Carvalho. Os dois moram na zona rural Lagoa Grande, a 80 km da cidade, foram de ônibus até a cidade e além de corrigir a data de nascimento do CPF, plastificaram o documento e pegaram mudas de árvores, doadas pelo Juizado Volante Ambiental (Juvam).
 
A doceira Luciene Barbosa Miranda, 44, foi atacada por um cachorro de rua e os movimentos do braço direito ficaram prejudicados. Não consegue mais fazer suas trufas e tirar o sustento da família. Procurou o INSS, parceiro do projeto e agendou a perícia médica para o próximo dia 10 de dezembro. A intenção é acessar o Benefício por Incapacidade. Ela ainda recebeu a informação de que tem direito a uma parcela do Auxílio Saúde concedido devido aos ferimentos provocados pela mordida do animal. "Só tive boas notícias aqui. Graças a Deus o projeto veio para cá, estava muito difícil", reflete.
 
Joventina Pereira Santos, 82 anos, moradora da Aldeia Tapiraca recebeu vestimentas, cobertor e mudas doados pelos parceiros do projeto. A aldeia fica a 48 km da cidade, mas como sabia da chegada da Expedição e dos serviços ofertados não perdeu tempo. "Somos muito carentes e temos que aproveitar os projetos que passam por aqui. Ainda mais agora com a pandemia que está tudo parado", lembra.
 
A Expedição Araguaia foi idealizada pelo presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, em 2019 atendeu 10 municípios da região, realizou 62 mil atendimentos e percorreu 5,4 mil km. Conta com os parceiros: MPE, Defensoria Pública, Bombeiros, PM, INSS, Energisa, Setasc, Politec, Senar, Juvam, Galvan Escola de Cabelereiros, Detran, Rotary de Barra do Garças e Água Boa, Polícia e Receita Federal, Instituto Sorriso Feliz, deputado Eugenio Paiva, Fórum de Vila Rica e prefeitura.
 
Alcione dos Anjos
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]