propaganda

Saúde /

Segunda-feira, 02 de Agosto de 2021, 17h:34

A | A | A

Covid-19: DF flexibiliza restrições e vai vacinar quem tem 30 anos

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou hoje (2) uma nova flexibilização das medidas de restrição adotadas em função da pandemia do novo...


Imagem de Capa
EBC Saúde

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou hoje (2) uma nova flexibilização das medidas de restrição adotadas em função da pandemia do novo coronavírus. O governo promete a publicação de novo decreto amanhã, autorizando atividades que estavam proibidas.

Ficam permitidos a partir de amanhã eventos gastronômicos e cívicos. Neste último grupo entra, por exemplo, o desfile de comemoração do 7 de setembro. Segundo o secretário da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, com a autorização cabe agora ao governo federal a decisão ou não sobre a realização do evento.

No caso de cultos, missas e rituais o novo decreto reduzirá a distância mínima definida entre os participantes. O limite, que até agora era de 1,5 metro entre cada pessoa, passará a ser de 1 metro pelo menos.

Nas competições profissionais, foi alterado o tempo de realização do exame de laboratório RT-PCR, cujo resultado negativo é condição para acesso às partidas. A partir da nova norma será preciso apresentar teste negativo com até 72 horas, em vez de 48 horas.

No mês passado, o GDF autorizou a realização de um jogo do Flamengo pela Copa Libertadores com público. Não haverá mais proibição da presença nessas competições de menores de 18 anos e gestantes. A capacidade máxima, até então de 25%, será ampliada para 30%.

Vacinação

Em entrevista coletiva, secretários do GDF também confirmaram a vacinação de pessoas com idades a partir de 30 anos a partir de amanhã. Serão disponibilizadas 170 mil doses, que serão aplicadas em 79 pontos de vacinação, cuja localização foi disponibilizada no site da Secretaria de Saúde.  

O secretário da Casa Civil também informou que o DF começará a vacinar adolescentes, na faixa de 12 a 17 anos, com comorbidades e com autismo. O cadastramento deste público começou hoje. O agendamento terá início amanhã, apenas para adolescentes com síndrome de down e autismo, inicialmente.

A aplicação das doses nesse público ocorrerá na quinta-feira e sexta-feira. Serão disponibilizadas três mil doses. No caso de pessoas com síndrome de down, não será preciso levar laudo médico.

Já para adolescentes com autismo, será necessário apresentar laudo apenas se a pessoa não tiver feito algum atendimento na rede pública do DF nos últimos 12 meses. Quem tiver dificuldade de acesso à internet para realizar o cadastramento e agendamento pode procurar uma Unidade Básica de Saúde.

De acordo com Gustavo Rocha, a vacinação das faixas a partir de 30 anos e de adolescentes com comorbidades foi impulsionada com o recebimento de uma quantidade a mais de doses. O DF vinha reclamando que as remessas estavam aquém e chegou a ingressar com uma ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O secretário da Casa Civil declarou que o Ministério da Saúde enviará 290 mil doses adicionais. Desse quantitativo, 90 já foram encaminhadas no último fim-de-semana. O avanço para novas faixas etárias será divulgado à medida que novos lotes sejam recebidos pela Secretaria de Saúde.

Também estão disponíveis vacinas da “repescagem” para professores. O GDF tem disponibilizado doses para a categoria em razão do retorno das aulas presenciais, a partir desta segunda-feira no caso da rede pública.

Durante a entrevista coletiva, Rocha informou que 195,1 mil pessoas tomaram a segunda dose em julho. O público que recebeu a primeira dose e deveria ter tomado a segunda no mês passado era de 213,2 mil. O secretário ressaltou a importância de todos que tomaram a primeira dose e já podem tomar a segunda que completem o ciclo vacinal.

Rocha acrescentou que o GDF está identificando algumas pessoas que compareceram para tomar uma terceira dose. Esses casos estão sendo repassados ao Ministério Público para apuração e eventual responsabilização.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a redução de vereadores em Primavera do Leste?
Sim
Não, prefiro a redução do duodécimo
Não tenho opinião formada sobre o assunto