propaganda

ANIVERSÁRIO /

Sexta-feira, 13 de Maio de 2022, 06h:30

A | A | A

Primavera do Leste: a passos largos para o futuro

Cidade se consolida como uma das principais do estado


Imagem de Capa
Wellington Camuci

Hoje, dia 13 de maio, Primavera do Leste completará 36 anos de emancipação. Uma das mais promissoras cidades do estado, segue em passos largos rumo ao desenvolvimento, não só da cidade em si, mas também do seu povo, formado por pessoas das mais diversas regiões do país. A cidade se tornou ponto de encontro de povos que vieram de Norte a Sul. Seja em busca de emprego, ou de melhor qualidade de vida.

Primavera se mantém entre as principais economias do estado de Mato Grosso e não é por menos. Em plena expansão industrial e, claro, empresarial, apenas nos três primeiros meses de 2022, houve um saldo de 1.303 novas vagas de emprego, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade tem a 9ª maior população do estado, 63.876, número que nenhum primaverense concorda, afinal, estima-se uma população seja de aproximadamente 90 mil.

Uma gigante por natureza, que se depender da capacidade de seu povo continuará a se desenvolver rapidamente. O município que, segundo o IBGE, tem o Produto Interno Bruto – P.I.B – per capita de R$ 64.817,96, é destaque no estado e, principalmente, na região. Em 2020, o município que tem na agricultura a sua maior riqueza, foi a cidade da região que mais produziu milho, soja, feijão e girassol. Ainda se destaca na produção de algodão, ocupando o segundo lugar na região.

A cidade é considerada hoje a 5ª maior geradora de empregos no estado de Mato Grosso, está bem colocada também quando o assunto é a economia, já que está entre as 10 maiores potencias econômicas do estado. Já é polo em saúde e despontará em educação com a inauguração do prédio da Escola Técnica agora em maio, unidade que também abrigará a primeira Escola Militar do município, ambas com início das atividades em 2023.

E não há como contar a história do município sem citar nomes que fizeram a diferença. Pessoas que quando aqui chegaram, no que hoje abriga uma cidade pujante, era somente terra. Uma terra desacreditada por muitos. Todos que por aqui passavam, chamavam essas famílias de loucas, por acreditarem em uma região que até então não tinha nada a oferecer.

Uma dessas pessoas foi Edgard Cosentino, o fundador de Primavera do Leste.  Cosentino chegou a região em meados de 1970, para verificar a possibilidade de criar um polo de desenvolvimento agropecuário. Coube ao Dr. Edgard a implantação do projeto Sudam e foi quando ele se estabeleceu definitivamente em Mato Grosso, nesta região em 1971. Mais tarde, em 1978, através da empresa, a Construtora e Imobiliária Cosentino Ltda, implantou e construiu o projeto “Cidade Primavera”, hoje Primavera do Leste.

Localizada na rota do desenvolvimento e com o fluxo de mais de 5 mil veículos pelas principais rodovias que cortam Primavera do Leste, a MT-130 e BR-070, Primavera já está entre as cidades aptas a desenvolver o turismo.

De olho neste mercado que mais cresce no Brasil, um inventário com as principais potencialidades turísticas foi feito. Ao todo, 259 pontos foram levantados. O documento traz pontos até então desconhecidos e prontos para serem explorados.

Entre os locais em destaque estão:  Colônia Russa, aldeias indígenas, lagoas e ilhas flutuantes, minas rústicas, visitação a acervos religiosos, entre outros.

São motivos de sobra para comemorar e se orgulhar em fazer parte de uma história de crescimento e desenvolvimento e com certeza está só começando.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você apoia o pagamento de 13º salário para vereadores, prefeito, vice e secretários?
Sim
Não, eles já recebem demais.
Não tenho opinião formada sobre o assunto