propaganda

HEMODIÁLISE /

Segunda-feira, 03 de Maio de 2021, 13h:00

A | A | A

Prefeitura contrata nova empresa para administrar a Clínica de Hemodiálise de Primavera do Leste

SMS garante que transição da gestão não irá afetar o atendimento dos cerca de 40 pacientes em tratamento


Imagem de Capa
Leandro Maia

Atendimento humanizado e tecnologia inédita em Mato Grosso. Esses foram os compromissos firmados pelo INEMAT - Instituto Nefrológico de Mato Grosso, que assumiu, em 01 de maio, a gestão da Clínica de Hemodiálise de Primavera do Leste. Com quase 30 anos de experiência em atendimento à pacientes que sofrem com doenças renais, a nova administradora divulgou um planejamento de investimentos para melhorar os serviços oferecidos à população.  A partir de terça-feira (04), um equipamento da fabricante nacional Saubern, específico para o tratamento de água, já deve estar disponível na unidade. É uma máquina moderna com tratamento de osmose reversa duplo passo com água ultrapura, usando desinfecção com ozônio, raio ultravioleta e filtro de endotoxina. No dia 11, novas máquinas de hemodiálise modelo V10 4008 da fabricante Fresenius também devem estar disponíveis.

 

Com as novas máquinas, a clínica de hemodiálise de Primavera do Leste será o primeiro centro de atendimento à pacientes renais a utilizar esse tipo de tecnologia no estado. O novo diretor técnico, Vitor Vieira fala sobre os benefícios que esses equipamentos modernos trazem para o tratamento. "A água ultrapura diminuiu o risco de contaminação de toxinas e bactérias. Isso ajuda a melhorar a qualidade de vida dos pacientes porque retira as impurezas do sangue com mais eficiência. São máquinas mais modernas que as que vinham sendo utilizadas e vão ajudar a melhorar doenças ósseas, anemia e hipertensão. Além disso, preparam melhor o paciente com para um possível transplante de rim", explica Vieira.

Desde 2018, a clínica de hemodiálise atende aos pacientes com problemas renais de Primavera do Leste, além de cidades da região como Santo Antônio do Leste, Paranatinga e Poxoréu.  Atualmente, a unidade conta com 15 profissionais da saúde e atende cerca de 40 pacientes que semanalmente realizam a diálise. No entanto, a estrutura tem capacidade para 80 pacientes e pode acolher até 160.  De acordo com o vice-prefeito Ademir Goés, é muito importante garantir esse atendimento à população que necessita desse tratamento para amenizar os efeitos das doenças renais no organismo. "O trabalho desenvolvido pela clínica de hemodiálise é muito importante. Por isso, o trabalho desenvolvido aqui tem total atenção da nossa gestão", ressalta Goés.

 

A TRANSIÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde foi notificada sobre a não renovação de contrato com a antiga administradora. O contrato foi encerrado no dia 30 de abril. Antes de prazo final, foi feito um levantamento para encontrar uma nova empresa que pudesse assumir a gestão logo após o vencimento do contrato. Isso para que não houvesse prejuízo aos pacientes em tratamento. Por isso, o INEMAT assumiu a gestão um dia depois do vencimento do antigo contrato. "Nossa preocupação sempre foi garantir aos pacientes a continuidade do tratamento e melhorar a qualidade do atendimento", ressalta a secretária Laura Kelly, que garante que o atendimento aos pacientes não será prejudicado com a mudança da gestão da clínica. "Os pacientes podem ficar tranquilos porque os atendimentos serão mantidos normalmente. Inclusive, não haverá nenhuma alteração de horário tanto para os pacientes de Primavera quanto para os pacientes de cidades da região", garante.

 

Leandro Maia - Especial Para o Jornal O Diário

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto