propaganda

CORONAVÍRUS /

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020, 09h:44

A | A | A

Ex-vereador de Primavera do Leste morre vítima da Covid-19

Mauri Petry ocupou uma cadeira no Legislativo por três mandatos entre 1989 e 2000


Carregando fotos
Wellington Camuci

Um dos moradores mais antigos de Primavera do Leste é mais uma vítima da Covid-19 no município. O ex-vereador Mauri Petry. Ele é o 82º morador de Primavera do Leste a morrer em decorrência da doença.  O pioneiro foi vereador na cidade por três mandatos, entre 1989 e 2000.

Petry chegou em Primavera enquanto ainda não era nem distrito. Do Rio Grande do Sul, ele se tornou representante de uma empresa na cidade de Poxoréu para que pudesse se estabelecer no estado, mais precisamente em Primavera do Leste.

Na época, a cidade não possuía nenhuma infraestrutura, não tinha telefone, não tinha agências bancárias, nem escolas. Mesmo a empresa decidindo que o melhor seria morar em Poxoréu, Petry decidiu por Primavera do Leste e, para isso, teve que deixar os filhos no Rio Grande do Sul, para que pudessem estudar.

Mauri Petry, sempre envolvido na política, em 1982 trabalhou para eleger como prefeito de Poxoréu o Dr. Lindberg Nunes Rocha, o que o tornou conhecido no meio da classe política de todo o estado. Ajudou a trazer a Polícia Civil para a cidade, inclusive ajudando a pagar as despesas de hospedagem dos policiais.

Foi dele a ideia de fazer o primeiro baile em Primavera do Leste para angariar fundos para forrar duas salas de aula da escola Alda Scopel, naquela época, Monteiro Lobato.

Na luta pela emancipação da cidade, Petry teve importante papel na Comissão de Emancipação, ao lado do senhor Darnes Cerutti, quando precisava falar com o governador do Estado, ir a Assembleia, na hora que foi preciso buscar o IBGE - na época a matriz era no Rio de Janeiro - um avião foi fretado para trazer os responsáveis.

Em uma pequena biografia, disponível no instituto memória, Petry disse que “O Dames era o presidente da comissão de emancipação, mas eu sempre tive ao seu lado em todas as reuniões, tanto aqui como na Assembleia nós tivemos participação ativa mesmo, eu me dediquei, isso para nós que fizemos parte nos custou muito caro, o dinheiro para as despesas era do nosso bolso”.

 

VIDA POLÍTICA

Desde muito cedo, Mauri Petry se envolveu com política, seja no estado do Rio Grande do Sul ou no Mato Grosso. Petry assumiu uma cadeira no legislativo pela primeira vez em 1989 enquanto era suplente, ficando até 1992. Depois foi reeleito por mais duas vezes seguidas nos mandatos de 1993 a 1996 e de 1997 a 2000.

Ele dizia que era muito difícil ser político e ser honesto, porém tinha orgulho em dizer que foi um homem honesto. “É muito difícil ser honesto e ser político, conciliar essas duas coisas, é complicado para o político querer ser honesto. Eu me acho uma pessoa honesta, me orgulho de ser honesto, para muitos é uma burrice bem grande”.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz