REINTEGRAÇÃO /

Sexta-feira, 19 de Julho de 2019, 07h:00

A | A | A

Em reunião de emergência, governador diz que estado irá intervir a favor de Jarudore

Mendes determinou a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para avaliar as medidas jurídicas necessárias para evitar o despejo das famílias


Da Redação

O governador Mauro Mendes solicitou na terça-feira (16)  que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) avalie as medidas jurídicas necessárias para evitar o despejo das famílias que vivem no Distrito de Jarudore. Uma decisão da Justiça Federal determinou a saída dos não indígenas das terras, que pertencem aos índios Bororos.

A solicitação foi feita, após a realização de uma reunião de emergência entre o governador, o prefeito de Poxoréu, Nelson Paim (PDT), os deputados estaduais Nininho (PSD), Thiago Silva (MDB) e Sebastião Rezende (PSC), além de vereadores do município em questão.

Segundo o governo, 1.300 pessoas moram na região, que as famílias ocupam há 70 anos. A defesa do governo é que apesar do reconhecimento de Jarudore como terra indígena em 1912, atualmente menos de 20 indígenas moram na área, além do fato das famílias explorarem atividades econômicas na região.

Com a decisão judicial, os moradores terão que deixar o Distrito no início de agosto. “É um desrespeito às famílias que foram surpreendidas com essa decisão judicial, que nós respeitamos, mas não concordamos. Iremos tomar todas as medidas legais e cabíveis para que possamos garantir o direito dessas famílias. Respeitamos nossos irmãos índios, mas também queremos respeito àqueles que estão lá há mais de 70 anos”, afirmou Mauro Mendes.

Em conjunto com a Assembleia, o gestor estadual também buscará soluções políticas para resolver o impasse junto à União.

O prefeito de Poxoréu, Nelson Paim (PDT), afirmou que a situação das famílias é muito grave e que a participação efetiva do Estado na ação é de suma importância.

“O desespero é geral e realmente esperávamos essa postura do governador”, comentou.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz