propaganda

CULTURA /

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 06h:30

A | A | A

Começa hoje: Esquenta Festival Velha Joana

Apresentações do Espetáculos acontecerão em espaços públicos e online


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

O ano de 2020 tem sido de muita inovação e reinvenção, o festival de teatro mais tradicional de Mato Grosso, o Velha Joana, também precisou passar por modificações e surge em 2020 na versão híbrida, com apresentações presenciais e online.  O esquenta Velha Joana, começa neste dia 25 e segue até domingo (29), com um formato diferente, porém, com a qualidade e grandiosidade de sempre.

O principal desafio enfrentado pelos idealizadores do Esquenta Velha Joana foi o de realizar apresentações teatrais em meio a uma pandemia, tendo em vista que a presença do público é importante, mas sua saúde e segurança são mais importantes ainda. Por isso, o formato do festival foi modificado e as apresentações reduzidas e divididas entre presenciais e online, tudo para garantir que o festival, que já acontece há 14 anos, pudesse ocorrer de maneira segura. “O Velha Joana, é o único festival ininterrupto, todo ano ele acontece. Esse ano não é diferente, mas vamos fazer um esquenta, porque não vamos conseguir realizar o Velha Joana da maneira que ele é, vamos postergar para o ano seguinte, até estarmos em um momento seguro e todos poderem se encontrar em ambientes fechados, para que tudo aconteça na maior segurança possível”, frisou o secretário de Cultura Wanderson Lana.

O Esquenta Velha Joana, este ano, será realizado pela Associação Cultural Teatro Faces e Ponto Faces de Cultura, e conta com o apoio incondicional da Prefeitura Municipal e patrocínio da Cooperativa Sicredi. A abertura oficial, ocorre nesta quarta-feira (25), às 17:00 na praça da matriz em Primavera do Leste, seguindo todos os protocolos de segurança. “Esse ano vamos fazer o festival de maneira híbrida, ou seja, com apresentações remotas, que são pela internet, e ações presenciais, que acontecerão principalmente em espaço abertos, como a praça da matriz. Isso vai garantir que os atores fiquem longe da plateia, e além disso vamos demarcar a arquibancada garantindo o distanciamento. Haverá também a entrega de máscara para as pessoas que não tiverem. Tudo para garantir a segurança e para que a gente consiga assistir um espetáculo de teatro sem isso que acarrete qualquer tipo de problema. Serão cinco apresentações presenciais, uma na Praça do Vertente das Águas e quatro apresentações na praça da Matriz”, ressaltou Lana.

A peça de abertura é o Assassino da Luva Amarela, do Grupo Faces Jovem. “Apesar do nome é um espetáculo de literatura, baseado nos livros de investigação do Marcos Rey da saudosa Coleção Vaga-lume, é um convite à leitura e a plateia que contribui com o desfecho do caso”, explicou o Secretário de Cultura.

A programação que se encerra no domingo (29), não é limitada somente a apresentações teatrais, terá também, bate papo, apresentação de pesquisas, entre outros. (veja a programação completa ao final da reportagem). Tudo preparado com todo carinho para que Primavera do Leste respire arte. “É uma programação bem diversificada, vai ter bate papo, vão ser feitas chamadas com pessoas que ajudaram na construção destes 14 anos de Velha Joana. Vamos ter o ‘Velha Acadêmica’, que são apresentação de pesquisas que foram realizadas em relação a prática teatral de Primavera, com a participação de professores da Universidade Federal de Mato Grosso e Universidade Estadual de Santa Catarina, que são orientadores dos projetos e pesquisas realizadas em Primavera”, comentou Lana.

 

14 ANOS DE ARTE

Com a participação de atores de grupos consagrados de Mato Grosso e de outros Estados, como também de grupos estudantis, de projetos sociais, de escolas de teatro e da escola de teatro municipal, o Festival Velha Joana configura-se como um grande espaço de troca, apresentação e afetos. “Eu acompanho diversos festivais em todo Brasil, e dificilmente você encontra um festival que tem as crianças que estão iniciando na prática teatral e grupos consagrados no Brasil inteiro se apresentando no mesmo palco, tendo o mesmo atendimento. O bonito do Velha Joana é isso, ele consegue ser um espaço de trânsito para o Mato Grosso e Brasil, onde há uma troca de experiência e um fortalecimento na prática para artes da cena, e o fomento pela sua continuidade, além de trazer, de maneira gratuita, apresentações de teatro, dança, performance e intervenção urbana para o município”, frisou o idealizador do festival Velha Joana e secretário Municipal de Cultura Wanderson Lana.

 

MEDIDAS DE SEGURANÇA

Devido a pandemia do Covid-19 para que as apresentações aconteçam, algumas medidas de segurança serão adotadas, entre elas estão o uso obrigatório de máscara, quantidade limitada de pessoas e demarcações de arquibancadas.

As peças online, estarão disponíveis no canal do Youtube da Escola, basta pesquisar Escola Municipal de teatro. @escolamunicipaldeteatro @velhajoanafestival

 

PROGRAMAÇÃO

velha joana 2.jpg

 

velha joana 3.jpg

 

velha joana  4.jpg
velha joana 5.jpg

 


 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto