propaganda

AINDA NÃO ACABOU /

Domingo, 03 de Julho de 2022, 06h:30

A | A | A

Primavera do Leste é a 2ª cidade com mais casos ativos de Covid-19 no estado

Casos em Campo Verde voltam a subir, porém sem internações


Imagem de Capa
Wellington Camuci

Com mais de 23 mil casos de Covid-19 registrados desde o início da pandemia, Primavera do Leste ocupa a oitava posição em número total de casos da doença registrados. Atualmente a cidade é a segunda de Mato Grosso com mais casos ativos da doença.

De acordo com o Painel Covid da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT), a cidade, até sexta-feira (01), possui 895 pessoas em isolamento domiciliar e outras sete hospitalizadas, ficando atrás apenas de Cáceres com 947 em isolamento e 21 hospitalizados.

A quantidade de novos casos voltou a subir em junho depois de quase três meses com poucos casos. A última vez que Primavera registrou mais de 800 casos ativos foi no final de fevereiro, a partir daí os números foram diminuindo. Em maio, o número de casos ativos chegou a zerar pela primeira vez desde o início da pandemia.

Em seis meses, de janeiro a junho, a cidade registrou 8.067 casos da doença, um número alto se compararmos com os dois anos anteriores. Em 2021, foram mais de 9 mil casos da doença e em 2020, 5.724.

Por outro lado, o número de mortes em decorrência da doença caiu. Até junho foram 15 mortes registradas, uma redução de 90% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 161 mortes. Apenas em 2021, auge da pandemia na cidade, foram 224 mortes.

Alta de casos é registrada em Campo Verde

O  Brasil vive uma quarta onda de Covid-19. Há cerca de um mês, a média móvel de novos casos passou a apresentar tendência de alta e isso explodiu na última semana, quando o número de novos casos diários ficou em torno de 30 mil, um aumento de cerca de 107%, em comparação com duas semanas anteriores.

Em Campo Verde, essa onda também vem fazendo o número de casos aumentarem consideravelmente, para título de comparação no dia 27 do mês de maio haviam oito casos suspeitos, já no dia 27 de junho o número de casos suspeitos era de 135, neste último boletim a que tivemos acesso, antes do fechamento da edição, os casos suspeitos passaram de 150 sendo que a porcentagem de confirmação entre os suspeitos tem aumentando também de maneira preocupante. De acordo com Boletim Epidemiológico, emitido pela Secretaria Municipal de Saúde, até sexta-feira (01), 201 moradores estavam em isolamento domiciliar por causa da doença.

Mesmo com esses casos ativos, o município não tinha nenhum paciente internado ou precisando de uma UTI. Segundo informações obtidas junto a Secretaria Municipal de Saúde, contudo, a situação gera uma grande preocupação, tendo em vista que a cidade vive momentos de festividades de aniversário, que vai contar com vários eventos, como exibimos na última edição e ainda a realização da 21° Expoverde depois de dois anos de paralisação devido, justamente, a pandemia. Festa que promete ter recorde de público.

A expectativa é que os casos subam consideravelmente, por isso a prefeitura já ativou a unidade Rural II, no bairro São Lourenço, que na época do ápice da pandemia, chegou a funcionar em horário estendido para atender casos de síndrome gripal. Na semana passada a unidade foi reaberta e segue atendendo das 07:00 às 22:00. O atendimento é exclusivo de casos de síndrome gripal. A unidade é um reforço no atendimento que também é feito por outras unidades de saúde.

Covid no estado

Até sexta-feira (01), Mato Grosso registrou 768.344 casos de Covid-19. O estado possui 12.595 pessoas em monitoramento e 413 internados. Nos últimos 10 dias, o número de pessoas em monitoramento no estado subiu mais de 120%, no dia 21, era pouco mais de 5.700.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (136.025), Várzea Grande (53.755), Rondonópolis (44.310), Sinop (34.763), Tangará da Serra (24.767), Lucas do Rio Verde (23.662), Sorriso (23.359), Primavera do Leste (23.089), Cáceres (17.945) e Alta Floresta (17.095).

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você apoia o pagamento de 13º salário para vereadores, prefeito, vice e secretários?
Sim
Não, eles já recebem demais.
Não tenho opinião formada sobre o assunto