propaganda

CLASSIFICAÇÃO DE RISCO /

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021, 16h:42

A | A | A

Nova Xavantina continua com risco “alto” de contaminação pela Covid-19

Com quase 300 casos ativos, Primavera do Leste se mantem como “moderado”


Imagem de Capa
Da Redação

Por mais uma semana, Nova Xavantina está classificada com de risco “alto” para contaminação da Covid-19. O município tem 310 casos ativos e Taxa de Crescimento de Contaminação de 20,67%. Primavera do Leste, está com 296 casos ativos e, junto com outras 10 cidades, se mantem na classificação de risco “moderado”. Os outros 129 municípios estão na classificação de risco “baixo”.

Esses são os dados da última atualização da classificação de risco publicado nesta segunda-feira (22), disponível no Painel Covid da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso. A classificação é divulgada duas vezes por semana, às segundas e quintas-feira.

Com mais de 150.JPG

 

Entre 50 e 150.JPG

 

 

A classificação de risco leva em consideração a Taxa de Ocupação de UTI (TOL) e a Taxa de Crescimento da Contaminação (TCC), de acordo com a quantidade de casos ativos em cada município. De acordo com o painel, nesta segunda-feira, a ocupação de UTI está em 74,83%, apenas 112 dos 441 leitos existentes estão disponíveis.

 

Recomendações aos municípios

Por meio do Decreto Estadual nº 522, de 12 de junho de 2020, o Governo de Mato Grosso faz diversas recomendações aos municípios classificados com risco baixo, moderado, alto e muito alto de contaminação pelo coronavírus.

As orientações para os municípios classificados como risco baixo são: evitar circulação de pessoas pertencentes ao grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde; isolamento domiciliar de pacientes em situação confirmada de Covid-19 e quarentena domiciliar de pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito para de Covid-19, entre outras.

Para os municípios classificados com o risco moderado de contaminação pelo vírus, o Governo recomenda a implementação e manutenção de todas as medidas previstas para o nível de risco baixo, além de quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias; suspensão de aulas em escolas e universidades.

Já para os municípios classificados com alto risco de contaminação pela doença, as recomendações anteriores são mantidas e acrescentadas novas orientações como: proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração; proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos e adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto