propaganda

CULTURA /

Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021, 06h:30

A | A | A

Demorou, mas em breve estará à disposição do leitor!

Obra será lançada em novembro em Poxoréu


Imagem de Capa
Assessoria de Imprensa

Enfim, João Ribeiro Vilela, um carro de boi, um sonho realizado, estará à disposição do leitor, depois de mais de seis meses de interrogação, após o seu lançamento em Poxoréu, previsto para 13 de novembro de 2021.

A terrível fatalidade da morte do autor, Prof. João de Souza (em 29/03/2021), vítima da COVID-19, aos 79 anos, tomou a todos de grande surpresa e não sem razão, de enorme apreensividade sobre o destino do livro que já estava sendo editado para impressão com recursos da Lei Adir Blanc, mediante Edital do governo de Mato Grosso, SECEL/MT.

Depois da morte do autor, além do luto familiar e o desânimo natural dos seus pares no IHG e na UPE, o livro ficou em segundo plano, até porque os recursos ficaram à disposição do inventário para futura execução do projeto e, apesar da dilação dos prazos pela SECEL/MT não se sabia, ao certo, se o processo seria alcançado no tempo legal.

João de Souza.jpg

Professor João de Souza

Felizmente, o Dr. Oscar Alves da Silva Junior (OAB/MT 18917/0) ultimou o inventário com rápida anuência das partes, restabelecendo a possibilidade de execução das despesas do projeto, em tempo hábil. Por outro lado, o prof. Gaudêncio Amorim, que ajudou o autor, desde a concepção do projeto no certame do Estado de Mato Grosso, com a parceria do confrade. Dr. Marcelo Ribeiro Vilela (bisneto de João Ribeiro Vilela) promoveu as últimas correções no texto para que a Editora Oliveira Freitas (Primavera do Leste), conforme foi a vontade do autor, cumprisse os serviços para os quais fora contratada, antes de sua morte inesperada e pelo critério de menor preço (depois ratificada pelo espólio, através da viúva Sulene Maria Campos).

Cada obra possui o seu valor em particular. A publicação de “João Ribeiro Vilela, um carro de boi, um sonho realizado” (2021) se soma, em grau de importância, a “São Pedro: onde Poxoréu nasceu” (2014), obras do mesmo autor, porém a primeira consegue deixar um legado inédito, nunca antes aduzido com tantos detalhes sobre a vida do personagem João Ribeiro Vilela e sua trajetória familiar no plantio de fazendas. Graças ao apoio do governo de Mato Grosso (SECEL/MT) e o incentivo da Lei Aldir Blanc do Governo Federal, o senso acurado e o compromisso histórico do autor foram restabelecidas justiça aos “Ribeiros e Vilelas” pelo pioneirismo e a bravura de uma das principais famílias tradicionais de Poxoréu.

O autor partiu sem presenciar a felicidade dos descendentes dos “Ribeiros e Vilelas”, mas certamente, será partilhada com a sociedade do seu tempo. Prof. João de Souza, de onde estiver, levitará sereno e calmo, orgulhoso do seu legado com um largo sorriso no rosto. Homens como o prof. João de Souza partem, mas suas pegadas são inapagáveis na história de um povo.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a redução de vereadores em Primavera do Leste?
Sim
Não, prefiro a redução do duodécimo
Não tenho opinião formada sobre o assunto