propaganda

SAÚDE /

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021, 07h:35

A | A | A

Criança de 10 anos tem alta de UTI, infecção por Covid-19 é descartada

Segundo a mãe da criança, infecção bacteriana causou comprometimento dos pulmões


Imagem de Capa

Depois de alguns dias internado em Unidade de Terapia Intensiva – UTI pediátrica, exclusiva para Covid-19, de acordo com a mãe, o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá descartou infecção por Covid-19 em criança de 10 anos, morador de Primavera do Leste. Infecção bacteriana pode ter causado comprometimento dos pulmões do menino.

Segundo a mãe, o menino foi submetido, ainda quando estava em Primavera, a um teste rápido, cujo o resultado foi positivo para a Covid-19, porém, quando chegou no Hospital em Cuiabá, um novo teste foi feito e o diagnóstico inicial foi descartado. “Fizeram o teste do nariz, e deu negativo”, frisou a mãe.

Ainda conforme a mãe, os médicos disseram que a bactéria que causou a artrite, também causou a infecção pulmonar, por isso os exames apresentavam lesões semelhantes a causadas pela Covid-19. “Ele estava com uma bactéria na perna que causou artrite. A mesma fez o pulmão ficar assim”, explicou.

Segundo ela, o menino já recebeu alta da UTI, passou por cirurgia e foi transferido no domingo (21), para ala pediátrica em outro hospital. Tentamos contato com o hospital em Cuiabá para confirmação do diagnóstico, porém fomos informados pela assessoria que não podem passar as informações sobre diagnósticos de pacientes.

 

O CASO

Internado no Hospital e Maternidade São Lucas para tratamento de artrite no joelho, J.H.N. apresentou sintomas de Covid-19 e foi submetido a teste rápido que apresentou resultado positivo. Conforme atestado médico, o garoto foi diagnosticado com taquidispneia grave, com acometimento de 80% do parênquima pulmonar, e eritema difuso.

Com o agravamento do quadro, precisou de transferência urgente para UTI pediátrica. Por só existir vagas no Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá e a dificuldade de conseguir uma vaga, a família acionou a Defensoria Pública no fim da tarde do dia 16.

A DP ajuizou uma ação pedindo a transferência sendo deferido pela juíza plantonista Myrian Pavan Schenkel, da comarca de Primavera do Leste, ainda durante a noite. A transferência do menino aconteceu durante a tarde de quarta-feira (17).

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto