propaganda

EDUCAÇÃO /

Segunda-feira, 02 de Maio de 2022, 13h:30

A | A | A

Construção de quadras poliesportivas foi interrompida para revisão de projeto

Paralisação foi autorizada pelo município para que o projeto fosse alterado


Imagem de Capa
Wellington Camuci

Duas das cinco quadras poliesportivas que estão sendo construídas em escolas estaduais de Primavera do Leste tiveram as obras paralisadas. O projeto foi encaminhado para a Secretaria de Estado de Educação – Seduc para análise e alteração.

As quadras das escolas Profª Alda Gawlinski Scopel e Getúlio Dornelles Vargas foram paralisadas em março a pedido da empresa Titanium Construtora Eireli para alteração no projeto, proposta pela própria empresa. De acordo com a prefeitura, o projeto está com a Seduc para análise e aprovação da alteração.

A publicação da ordem de paralisação foi publicada no Diário Oficial do município (Dioprima) no dia 25 de abril, retroagindo os efeitos para o dia 18 de março. Por meio de nota, a prefeitura informou que ainda não há previsão de retomada, porém, será dentro do cronograma.

A Titanium recebeu a ordem de serviço em janeiro de 2022. Ao todo serão construídas cinco quadras poliesportivas em escolas estaduais do município. O processo de licitação e acompanhamento das obras ficou a cargo do município com recursos do governo do estado de Mato Grosso.

Além das escolas Alda Gawlinski Scopel e Getúlio Dornelles Vargas, as quadras estão sendo construídas nas escolas Padre Onesto Costa, Paulo Freire e Campo Vila União. Segundo a prefeitura, a construção está em execução e dentro do cronograma.

 

Parceria Estado x Município

A construção das quadras nas escolas estaduais foi firmada através de uma parceria do governo do estado com a prefeitura de Primavera do Leste. O município fica responsável por todo o processo de licitação e acompanhamento das obras enquanto o governo arca com os custos.

Também por meio de parceria, uma nova escola estadual será construída em Primavera do Leste. Em março foi assinada pelo secretário de Educação Alan Porto e pelo prefeito Leonardo Bortolin, a ordem de serviço para a construção de uma escola estadual no Jardim Luciana, com investimento de cerca de R$ 6,2 milhões.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você apoia o pagamento de 13º salário para vereadores, prefeito, vice e secretários?
Sim
Não, eles já recebem demais.
Não tenho opinião formada sobre o assunto