propaganda

O BRASIL PELO MUNDO /

Sábado, 30 de Julho de 2022, 06h:30

A | A | A

Bailarina de Primavera conquista primeiro lugar em festival internacional de dança Árabe no Egito

Emily Brito, foi a única representante do Mato Grosso na Competição


Imagem de Capa
Olhar Direto

Natural de Poxoréu e atualmente residente de Primavera do Leste, a bailarina e Professora de dança, Emily Brito, ficou em primeiro lugar no festival internacional de Dança Oriental Egípcia, Raqs Of Course, que aconteceu no mês de junho na capital do Egito, Cairo, pela categoria Rings Star. Ela que jamais imaginou chegar tão longe por meio da arte, hoje acredita que “Com muito estudo, muita orientação e persistência os resultados aparecem”.

Ela participou do festival organizado pela dançarina egípcia Randa Kamel, na categoria Ring Star - que tem apenas uma fase para escolha, e conseguiu o primeiro lugar. Com isso, foi campeã e única representante do Estado de Mato Grosso. Países como Korea, Índia, Turquia e Brasil entraram na disputa que contou com quatro avaliadores na etapa. Junto de Emily, havia dois participantes brasileiros e uma de São Paulo conquistou a terceira posição na categoria profissional.

Para Emily, o fato de sair do país por meio da arte já foi uma vitória, ainda mais conquistando o ouro em um país que é referência mundial na Dança Oriental Árabe. “Com muito estudo, muita orientação e persistência os resultados aparecem. Um sentimento de gratidão e emoção que não cabe no peito. Os estudos estão apenas começando”, disse à reportagem.

A vida de Emily encontrou a dança em 2004, quando se mudou para Primavera do Leste e começou a estudar no Projeto Parma Vida. Ela contou ao Olhar Conceito que lembra daquele tempo como se fosse hoje, “uma menina tímida que começou a fazer aula de teatro com o Professor Manoel”.

Logo depois, ela fez sua primeira apresentação e declamou a poesia “A Bailarina”. Ali, descobriu seu amor pela arte. No mesmo projeto havia também aula de dança gratuita e, assim, Emily teve sua primeira oportunidade de aprender a dançar com a professora Sandra Furtado.

Quatro anos depois, em 2008, ela integrou o Grupo Municipal de Dança como bailarina e isso lhe possibilitou aproveitar oportunidades e adquirir experiência.

Hoje, quatorze anos depois, ela se tornou bailarina profissional e professora da Escola Municipal de Dança de Primavera do Leste, onde prepara os alunos para todos os ritmos. Emily tem diversos cursos em seu currículo, dos mais variados ritmos. Mas, quando se aprofundou na Dança Oriental Árabe, ela percebeu que queria mais e mais. “Fiquei completamente apaixonada. É uma dança que alimenta minha alma”. Atualmente, ela continua estudando dança com Priscilla Belle, com aulas regulares e orientações artísticas e já se prepara para continuar representando o estado pelo país e pelo mundo.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você apoia o pagamento de 13º salário para vereadores, prefeito, vice e secretários?
Sim
Não, eles já recebem demais.
Não tenho opinião formada sobre o assunto