REFLEXÃO /

Sexta-feira, 30 de Agosto de 2019, 07h:00

A | A | A

Não rejeite a si mesmo

Mudar dói, e o autoconhecimento é reconhecer os seus erros


Imagem de Capa
Luciene Afonso

Quando procurar entender o que te move e quais fatores te fazem agir da maneira que age entenderá que a necessidade de aprovação geralmente é percebida entre aqueles que ainda não souberam solucionar suas dores, porque rejeitam as próprias verdades.

É importante tomar consciência da força destruidora da dor existencial chamada rejeição, para promover estratégias de defesa no sentido de alimentar recursos internos fortalecedores que neutralizem os prejuízos causados em cada pilar da sua vida.

É possível estar com noventa porcento das áreas da sua vida fluindo bem e apenas em um ponto haver o desequilíbrio causado por essa dor e, se nada for feito em relação a isso como: tratar a ferida, colocar as cartas na mesa, reconhecer que a situação te fragilizou e pedir perdão a si mesmo e a quem você feriu.

Sim, é isso mesmo! Você fere as pessoas quando se sente rejeitado, quando seus objetivos são interrompidos diante de uma negativa, e isso não pode continuar.

Mudar dói, e uma das atitudes mais extremas que o ser humano pode tomar em busca do seu autoconhecimento é reconhecer os seus erros e a causa pela qual comete cada um deles, dessa forma deixará de ferir o seu próximo.

Peça perdão à pessoa que você machucou e dê a ela a chance de também ser livre de suas lembranças negativas e seguir em busca da própria iluminação.

Atitude como a sugerida é indicada exclusivamente para pessoas fortes, ao contrário do que permanece no pensamento coletivo, há mais força na demonstração de humanidade e imperfeição do que o contrário, embora nem todos percebam isso.

São as pessoas que mais suportaram tribulações que não são capazes de conectar com a própria essência e se tornam traidoras de si, tornando-se reféns dos próprios dilemas.

Sabendo que a rejeição enraizada dentro de si é capaz de destruir sua alma dê uma pausa neste momento e conecte-se com a sua verdade, desenvolva inteligência emocional para que o melhor de si venha à tona para que você possa viver o melhor em seus relacionamentos.

A rejeição traz ainda fragmentos espirituais, devido a nossa condição humana somos formados pelo corpo, mente e espírito, e somente com o equilíbrio de todos encontramos paz na vida.

Só entregamos aquilo que já existe dentro de nós, ou seja, não importa o quanto alguém foi capaz de fazer mal ao outro, possivelmente o que ele fez a vida toda contra si mesmo foi proporcional por repetidas vezes.

Cada caso é um caso e não se trata de algo pontual. Assim como a medicina costuma identificar uma doença pelos sintomas, muitas vezes sem considerar a pessoa que detém a enfermidade, as dores emocionais devem ser entendidas a partir da sua origem, para isso basta que sejamos corajosos a ponto de expor abertamente o que está nos adoecendo.

Te faço um convite, seja forte e corajoso!

 

Luciene Afonso

Master Coach

Jornalista

Analista Corporal e

Comportamental

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz