propaganda

SEGURANÇA /

Quinta-feira, 12 de Maio de 2022, 09h:03

A | A | A

Programa Comunidade Inteligente será lançado nesta sexta-feira (13), em Campo verde

Finalidade é o videomonitoramento de bairros para ampliar a segurança dos moradores


Imagem de Capa
Da Redação/Com Assessoria de Imprensa

Nesta sexta-feira (13), será lançado em Campo Verde o Programa Comunidade Inteligente. O objetivo é integrar redes privadas de monitoramento a rede pública, de maneira simultânea, aumentando a segurança da população e auxiliando as forças de segurança por meio das imagens que irão ajudar na identificação dos suspeitos e esclarecimento de crimes.

O “Lock City”, nome adotado pelo município para o programa, irá formar as três importantes frentes de monitoramento para a prevenção e esclarecimento de crimes contra o patrimônio: monitoramento das câmeras da prefeitura, muralha digital e monitoramento colaborativo.

Segundo a secretária Viviane Bernardino Ferreira, o programa inovador mostra que Campo Verde está empenhada em oferecer todo o apoio necessário para as forças de segurança atuarem com condições adequadas para proporcionar segurança efetiva para a população. “Desde a criação da Secretaria Municipal de Apoio à Segurança Pública, a prefeitura vem investindo no setor de monitoramento que funciona no Quartel da Polícia Militar. Um marco que vale a pena ser ressaltado é que, em um ano, nós conseguimos triplicar a quantidade de câmeras instaladas na cidade, formar a muralha digital – que é o cercamento da cidade por câmeras OCR’S   e, agora, com a ajuda da comunidade iremos implantar monitoramento colaborativo”, explica.

 

O QUE É O MONITORAMENTO COLABORATIVO?

O monitoramento colaborativo será feito através de câmeras instaladas pelos próprios moradores por meio da contratação de uma empresa especializada. Neste caso, é o próprio morador faz a contratação do serviço, em condições diferenciadas de pagamento, e, assim, consegue proporcionar mais segurança no entorno da casa onde mora. Além disso, as imagens serão transmitidas automaticamente para a base de monitoramento integrada à polícia militar. Algo que irá oferecer mais agilidade ao policiamento em caso de alguma ocorrência.

“O sistema também conta com um botão de pânico que poderá ser acionado em caso de suspeita de alguma ação criminosa. Isso poderá ser feito através do aplicativo do sistema de monitoramento que poderá ser baixado no celular do morador. Ao ser acionado, o botão do pânico aciona imediatamente as forças de segurança”, conta Viviane Bernardino.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você apoia o pagamento de 13º salário para vereadores, prefeito, vice e secretários?
Sim
Não, eles já recebem demais.
Não tenho opinião formada sobre o assunto