propaganda

AGRONEGÓCIO /

Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021, 08h:48

A | A | A

Campo Verde e Primavera estão entre as cidades com mais tecnologia aplicada ao agronegócio

Levantamento foi feito por empresa de software


Imagem de Capa
Da Redação

A  tecnologia aplicada ao agronegócio não é novidade para ninguém, mas estar entre os mais tecnológicos dentre o grupo de municípios que mais investem neste setor, é um dado válido e merece destaque. E neste contexto estão inseridos os municípios de Campo Verde e Primavera do Leste. Um levantamento feito por uma empresa de software mostra as regiões onde estão localizadas as propriedades que mais utilizam ferramentas digitais para gerenciamento do negócio rural.

O estudo foi realizado pela Aegro, empresa desenvolvedora de tecnologia para gestão de fazendas e abrange a quantidade de atividades feitas com o software da marca, seja pelo celular ou por um computador, desde a rotina agrícola até a administração da propriedade. O monitoramento contempla o uso efetivo do sistema na versão completa. A ferramenta hoje está presente em 4,7 mil fazendas do país, com mais de 2 milhões de hectares gerenciados.

Sabemos que falar em tecnologia no campo envolve muito mais do que a questão da utilização do software de uma determinada empresa. Porém, segundo presidente do Sindicato Rural de Campo Verde Alexandre Schenkel, demonstra uma realidade que ele, como produtor rural percebe no dia a dia.  “Sabemos que aqui na nossa cidade, na nossa região, temos sim investido cada vez mais em tecnologia, não somente em equipamentos de semeadura, colheita, pulverização entre outros, que diga-se de passagem, hoje tem mais tecnologia embarcada que o foguete Apolo 11, que levou o homem a lua tinha em sua época. Mas também em conectividade, eficiência, segurança, processos integrados, entre uma infinidade de elementos que nos faz uma região realmente diferenciada quanto isso”.

Segundo o produtor rural, todos os processos no campo hoje, na maioria das fazendas são digitalizados. “O tempo hoje é fundamental para o agronegócio, sobre tudo no estado de Mato Grosso, nosso desafio é fazer as coisas acontecerem no menor espaço de tempo possível com a melhor eficiência possível, então precisamos dessa conectividade, inovação”, finalizou Schenkel.

Se as fazendas digitalizadas estão em cidades do interior, principalmente, os registros das atividades e o acompanhamento da rotina operacional da propriedade nem sempre é feito diretamente do campo, mas também a partir do escritório.  Segundo a pesquisa da empresa, as principais funções utilizadas pelos fazendeiros no período foram financeiras, como o registro de contas a pagar e a receber, inserção de parcelas dos financiamentos tomados, entre outros. Foram mais de 1 milhão de registros apenas relacionados a despesas e receitas das fazendas.

Em seguida estão as atividades agrícolas, como rotinas operacionais de plantio, colheita e aplicações, com mais de 400 mil registros, e o lançamento de itens como sementes, defensivos, fertilizantes, entre outros (cerca de 238 mil registros). Lançamentos de abastecimento e manutenções de máquinas também foram bastante efetuados pelos produtores rurais, com quase 200 mil registros no sistema de gestão agrícola.

O levantamento mostra ainda que, quanto maior a área da fazenda, maior a tendência de compartilhamento no uso das ferramentas disponíveis no sistema de gestão. Fazendas com até 500 hectares têm em média dois responsáveis pela alimentação e acesso ao aplicativo. Na faixa de até 1 mil hectares, essa média sobe para três. Já nas propriedades rurais entre 5 mil e 10 mil hectares, são 12 usuários - volume que chega a 26 quando a fazenda tem uma faixa de tamanho acima disso.

 

OUTROS MUNICÍPIOS TECNOLÓGICOS

No ranking das cidades com as fazendas que concentram operações mais digitalizadas estão ainda Balsas (MA); Guarapuava (PR); Sorriso (MT); Castro (PR); São Paulo (SP); Uberlândia (MG); Garibaldi (RS); Monte Aprazível (SP); São Miguel do Guaporé (RO); Barueri (SP); Três de Maio (RS); Araguari (MG); Rio Verde (GO).

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a redução de vereadores em Primavera do Leste?
Sim
Não, prefiro a redução do duodécimo
Não tenho opinião formada sobre o assunto