SOLIDARIEDADE /

Sexta-feira, 18 de Maio de 2018, 07h:00

A | A | A

Pastoral da AIDS realiza vigília pelos mortos em Primavera do Leste

A atividade de caráter internacional realiza ações em memória das pessoas que morreram com a doença.


Imagem de Capa
Assessoria de Imprensa

No terceiro domingo de maio (20), a Pastoral da AIDS da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove a Vigília Pelos Mortos de AIDS. A atividade de caráter internacional realiza ações em memória das pessoas que morreram com a doença.

Com a frase, “Tantas vidas não podem se perder”, a Pastoral da AIDS coloca em comunhão as pessoas que faleceram e estão na presença de Deus, com aquelas que cuidam da vida e buscam que os direitos humanos sejam respeitados. Celebrar esse dia é um momento oportuno de sensibilizar os familiares que perderam seus entes queridos.

“É preciso humanizar com: redução do estigma; acesso garantido ao tratamento; aumento dos recursos e promoção do envolvimento para evitar mais mortes por AIDS”, este lema é usado pela igreja para mobilizar por meio da Pastoral da AIDS e por entidades comprometidas com a causa, dá sua contribuição promovendo a solidariedade. Lembra, ao mesmo tempo, que a morte não é a última palavra sobre o humano. Cristo ressuscitou para que os sinais da morte se transformem em sinais de vida.

Programação de missas:

*Igreja Nossa Senhora da Salete: 19 horas /domingo;

*Igreja São Cristovão: 6 horas da manhã no sábado/ 17 horas no domingo;

*Igreja São Francisco: 19h30 no sábado / 8 horas da manhã no domingo;

*Igreja Nossa Senhora Aparecida: 19h30 na sexta-feira;

*Igreja Caravaggio: 7 horas da manhã e às 19h no domingo;

*Igreja Sagrada Família: 8 horas da manhã e 18h no domingo;

*Igreja Divino Espírito Santo: 19h horas no sábado – ao lado da UNIC;

*Comunidade São Pedro no Assentamento Vale Verde: 16 horas no sábado;

*Igreja Evangélica de Confissão Luterana: celebração às 19h no domingo;

*Igreja Jerusalém de Deus – Bairro Centro Leste: celebração às

 

VIGÍLIA PELOS MORTOS DA AIDS

A Vigília é um movimento mundial que iniciou em 1983. Pretende sensibilizar e mobilizar a sociedade para a problemática do HIV/AIDS. Fazendo memória dos mortos em conseqüência da AIDS, a Vigília pretende suscitar solidariedade aos portadores do HIV e despertar toda a população para a prevenção.

A igreja, mobilizada pela Pastoral de DST/AIDS está envolvida nesta iniciativa. Dá sua contribuição, convocando todos os cristãos e comunidades para a colhida solidária das pessoas que vivem com HIV, para a difusão de informações que defendam a vida, para uma prece esperançosa por aqueles que já morreram. Afinal, a morte não é a última palavra para o ser humano. Cristo ressuscitou e também nós vamos ressuscitar.

“Lembrando a causa, renovemos nosso compromisso”. Este é o lema da 20º Vigília, celebrada neste ano. Diante das mortes causadas pela epidemia, diante da injusta distribuição dos recursos para seu controle, rezemos e nos unamos a todas as pessoas de boa vontade para que a vida prevaleça: em nós, nos outros e naqueles atingidos pela Aids.

 

OUTRA DATA IMPORTANTE

Além da Vigília pelos Mortos da AIDS, no dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta contra a AIDS, será a vez da Igreja, num ato político e reivindicatório, questionar os órgãos governamentais quanto à carência de políticas de saúde para a solução dos problemas enfrentados pelos portadores do HIV. Será uma data de alerta para a necessidade de prevenção e cuidado.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

21/05 - Na noite do último sábado, 19, os holofotes estavam voltados para o casal Rosi e Moacir Quaini que celebrou 30 anos de união com pomposa festa, no centro de eventos Primacredi. A romântica história de amor que teve inicio em 1988, na Catedral do Divino Espirito Santo, em Cruz Alta- RS, foi reafirmada, dessa fez com a presença dos frutos da união, os filhos Leonardo e Letícia Quaini. Há cerca de aproximadamente um ano juntamente com a cerimonialista Sibeli Salvatori os noivos começaram a organizar a noite que será eternizada para sempre. Profissionais de mão cheia foram convocados para a suntuosa comemoração. A décor Silvânia Costa traduziu toda a magnitude da celebração nos detalhes da imponente decoração em tons de branco, verde e champanhe. O buffet foi assinado pela requisitada Mirian Avila, e o repertório musical ficou por conta da banda Comunicasom que animou os convidados até altas horas da matina. Os filhos Letícia e Leonardo não conteram as lágrimas ao proferirem homenagem aos pais expressando todo amor, carinho e gratidão ao voltarem ao tempo e relembrar, como a união pautada no amor e cumplicidade vence os desafios do tempo. A bênção de renovação dos votos de amor e fidelidade foi ministrada pelo frei Constantino e testemunhada por em torno de 250 convidados que celebraram o momento ímpar com a família que esbanjou felicidade do começo ao fim da noite. As fotos oficiais foram registradas pelas criteriosas lentes do cuidadoso e atento fotógrafo Marcello Holanda. Nossa coluna hoje é exclusiva em homenagem a badalada Bodas de pérola e destaca momentos de emoção dos queridos Rosi e Moacir Quaini que distribuíram abraços e sorrisos durante toda a comemoração. Confiram!

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.