Esportes /

Domingo, 12 de Agosto de 2018, 16h:21

A | A | A

São Paulo vence Sport e mantém liderança; Flamengo bate Cruzeiro e segue na cola

Três jogos agitaram a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. O líder São Paulo visitou o Sport e venceu por 3 a 1, já o...


Imagem de Capa

Três jogos agitaram a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. O líder São Paulo visitou o Sport e venceu por 3 a 1, já o vice-líder Flamengo recebeu o Cruzeiro no Maracanã e venceu por 1 x 0. Em Chapecó, a Chapecoense virou sobre o Corinthians no apagar das luzes e venceu por 2 a 1.

Leia também: Ricardo Oliveira marca duas vezes e Atlético Mineiro vence o Santos no Horto

Jogadores do São Paulo comemoram vitória sobre o Sport com os torcedores na Ilha do Retiro
Divulgação/SãoPaulo FC
Jogadores do São Paulo comemoram vitória sobre o Sport com os torcedores na Ilha do Retiro

Com os resultados, o São Paulo mantém um ponto de vantagem sobre o Cruzeiro na liderança do Brasileirão . O Sport segue com 20 pontos na 14ª colocação, o Cruzeiro com 25 em oitavo lugar, a Chapecoense deixa a zona de rebaixamento e chega aos 21 pontos e o Corinthians fica em sétimo lugar com 26 pontos. Confira um resumo dos três jogos abaixo.

Sport 1 x 3 São Paulo

Defendendo a liderança, o São Paulo começou o jogo melhor, mesmo jogando fora de casa, e criou as boas chances da primeira etapa. Aos 13, Arboleda quase marcou após cruzamento de Nenê, mas Ernando conseguiu afastar antes que o zagueiro finalizasse.

O time tricolor seguiu melhor e aos 29 minutos Gabriel errou na saída de bola e ela ficou com Everton. O meia avançou e cruzou na medida para Diego Souza, que dominou e bateu para o fundo do gol. Por ter passado pelo Sport, o meia comemorou fazendo coração para a torcida local. À frente do placar, o tricolor paulista apenas administrou e não sofreu no primeiro tempo.

No início da segunda etapa, o Sport tentou pressionar, mas foi penalizado com uma boa jogada do Rojas aos seis minutos. Ele passou para Nenê, que dominou e bateu no canto esquerdo, sem chances para Magrão, e ampliou para o líder do Brasileirão.

A partida parecia tranquila para o São Paulo, mas aos 40 minutos Hudson colocou a mão na bola na entrada da área. Marlone foi para a cobrança, a bola desviou na cabeça Tréllez e foi para o fundo do gol. Dando um pouco de emoção ao jogo.

Quatro minutos mais tarde, no entanto, a bola foi chutada ainda da defesa e Tréllez ganhou na velocidade da zaga, invadiu a área e bateu. Na primeira, Magrão defendeu, mas na volta o atacante conseguiu marcar para ampliar e sacramentar a vitória. Aos 49, fim de jogo na Ilha do Retiro.

Flamengo 1 x 0 Cruzeiro

Henrique Dourado fez o gol da vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro, que mantém o time carioca na cola do São Paulo
Divulgação/Flamengo
Henrique Dourado fez o gol da vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro, que mantém o time carioca na cola do São Paulo

No Maracanã, o Flamengo mandou a campo grande parte do que tem de melhor no elenco, diferente do Cruzeiro, que entrou com reservas. Justamente por isso, o rubro-negro começou melhor e dominando a partida. E aos 21 minutos, Henrique Dourado abriu o placar após receber bom passe de Éverton Ribeiro e chutar de biquinho. A bola bateu na trave e morreu no gol.

Aos 38 e aos 40 minutos o Flamengo criou boas chances. A primeira com Lucas Paquetá, que bateu da entrada da área, mas para fora. O mesmo aconteceu com Vitinho na sequência, que de pé esquerdo mandou para fora. O Cruzeiro chegou aos 41 e aos 43. Na primeira, Raniel desviou bola de primeira, mas ela passou muito perto. Na segunda, Henrique cabeceou após cobrança de escanteio e Trauco salvou em cima da linha.

Mano Menezes tentou ao menos igualar o placar e colocou Arrascaeta e Thiago Neves em seu time, dois titulares. Porém até os 20 minutos nada foi criado. A melhor chance cruzeirense foi aos 31 minutos, quando Robinho cruzou e Arrascaeta cabeceou no chão, mas Diego Alves voou e fez uma defesa impressionante.

O jogo passou a ficar muito truncado, sem chances claras para nenhuma das equipes. Até que aos 47 minutos, o juiz encerrou o confronto entre cariocas e mineiros.

Leia também: Internacional oficializa a contratação do atacante Paolo Guerrero

Chapecoense 2 x 1 Corinthians

O Corinthians começou melhor e logo aos cinco minutos abriu o placar com Marquinhos Gabriel. Na jogada, Clayson foi bem pela esquerda, cruzou para cabeceio de Roger. O goleiro Jandrei defendeu e no rebote Marquinhos marcou. O gol deu confiança aos reservas do time paulista.

Na sequência, a equipe comandada por Loss teve mais duas boas chances até a Chape conseguir chegar e assustar em bolas alçadas. Aos 29, Clayson bateu da pequena área e Jandrei salvou a equipe catarinense. Aos 33, Mateus Vital acertou o travessão em boa jogada individual. Foi a última boa chance do primeiro tempo.

Na segunda etapa, a Chapecoense voltou melhor e aos cinco minutos Bruno Silva fez boa jogada e tocou para Leandro Pereira, mas o centroavante perdeu a chance. Aos 21 minutos, Cássio pegou a bola com as mãos fora da área e o árbitro, após muita reclamação, assinalou a falta.

Somente aos 24 Diego Torres foi para a cobrança. O meia bateu com perfeitção e colocou no fundo do gol, sem chances para Cássio, que reclamou muito com a barreira. Tudo igual em Chapecó. Aos 39, a Chape quase virou. Aos 48, Pedrinho arriscou de fora da área e Jandrei fez ótima defesa.

Um minuto mais tarde, a virada da Chapecoense veio. Márcio Araújo puxou contra-ataque e bateu cruzado. Cássio defendeu, mas no rebote Doffo aproveitou e mandou para o fundo do gol. Logo depois, o árbitro encerrou a partida para festa dos torcedores do Índio Condá.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.