Esportes /

Sábado, 13 de Outubro de 2018, 09h:25

A | A | A

Neymar comemora assistência e vê injustiça em cobrança sobre Gabriel Jesus

Neymar não marcou na  vitória da seleção brasileira sobre a Arábia Saudita por 2 a 0, nesta sexta-feira, em amistoso, mas foi o autor das...


Imagem de Capa

Neymar não marcou na  vitória da seleção brasileira sobre a Arábia Saudita por 2 a 0, nesta sexta-feira, em amistoso, mas foi o autor das assistências que resultaram nos gols. Um deles foi para Gabriel Jesus , que foi muito criticado por passar a Copa da Rússia em branco e voltou a marcar após quatro meses pela equipe.

Gabriel Jesus e Neymar se abraçam após camisa 9 marcar gol do Brasil sobre Arábia Saudita com assistência do camisa 10
Pedro Martins / MoWA Press
Gabriel Jesus e Neymar se abraçam após camisa 9 marcar gol do Brasil sobre Arábia Saudita com assistência do camisa 10

Companheiros de ataque na seleção brasileira, Neymar e Gabriel Jesus foram pilares na ótima campanha durante as Eliminatórias, mas não conseguiram repetir as boas atuações durante o Mundial. Por estas razões, o camisa 10 e capitão do Brasil se alegrou pelo passe dado ao atacante.

"Fiquei muito feliz por ter dado o passe para o Gabriel Jesus. Acho que houve uma cobrança injusta em cima dele, por todo o trabalho que ele fez para nós, por tudo que foi pedido. No meu modo de ver, fizeram uma injustiça muito grande com ele. Fiquei muito mais contente por ele ter feito um gol do que se eu tivesse feito cinco", afirmou.

Leia também: Thierry Henry deixa seleção belga e é anunciado como novo técnico do Monaco

O jogador do PSG acrescentou dizendo que a seleção verde e amarela não apresentou um bom futebol contra a Arábia Saudita em Riade e que existe uma cobrança interna para que aconteça uma melhora.

"Não fizemos uma grande apresentação, mas fomos consistentes. Há jogos até mesmo em Copa do Mundo que têm de ser assim, você não apresenta um grande futebol, mas acaba ganhando. Sabemos do nosso potencial e que não fizemos uma boa apresentação. Nós nos cobramos muito, mas é ajustar. São muitas mudanças, falta um pouco mais de entendimento em campo. Vamos pegando a cada jogo, a cada treino", opinou.

Por fim, o jogador falou sobre o fato de não ter se pronunciado logo após a eliminação da seleção brasileira na Copa, coisa que muita gente exigiu por ele ser o camisa 10 e principal jogador do time.

Leia também: Usain Bolt marca duas vezes e é protagonista em goleada na Austrália; assista

"Claro que não concordo com tudo que falaram, por isso fiquei calado. Não queria expor minha opinião naquele momento delicado para mim e meus companheiros. Eu não tinha muita coisa para falar, só suprir a dor que estava no meu coração. Sabemos que foi difícil, agora é um novo ciclo", ponderou Neymar .

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.