ACIDENTE /

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2012, 21h:32

A | A | A

Morador de Primavera do Leste morre em acidente na BR 364

Uma carreta e um caminhão se chocaram frontalmente e uma caminhonete bateu na traseira de um dos veículos


Redação: Jaqueline Hatamoto
A carreta bitrem onde estava Juliano ficou completamente destruída

Um morador de Primavera do Leste, morreu após ser vítima de um acidente na BR 364 próximo ao município de Rondonópolis.
O choque frontal entre uma carreta e um caminhão na BR-364 e uma caminhonete que bateu na traseira de um dos veículos pesados, matou 2 pessoas e deixou outras 4 feridas nas proximidades de Rondonópolis. Com a batida, parte da carga de milho caiu na pista sobre a ponte do Rio Sucuri e os dois sentidos da rodovia foram totalmente bloqueados desde às 17h.
Os mortos, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) são os condutores da carreta bitrem carregada de milho e do caminhão boiadeiro. Eles tiveram morte instantânea e ficaram presos às ferragens, sendo necessário o auxílio do Corpo de Bombeiros para cortar a lataria e retirar os corpos. São eles Juliano Estevão, 30, morador de Primavera do Leste e motorista de uma carreta bitrem, e Allynsson Pakehiro Fujita, 33, que dirigia uma caminhonete não resistiram aos ferimentos causados pela forte colisão.
Entre os 4 feridos, 2 viajavam no caminhão boiadeiro e foram socorridos em estado grave. Já outros 2 ocupantes da caminhonete também sofreram ferimentos leves. Todos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para uma unidade de saúde de Rondonópolis.
De acordo com o agente da PRF, Jota da Costa, o acidente ocorreu a cerca de 20 Km de Rondonópolis na saída para o município de Pedra Preta. O bitrem carregado de milho fazia o trajeto Pedra Preta a Rondonópolis, enquanto o caminhão boiadeiro e a caminhonete transitavam no sentido inverso. Após um dos caminhões invadir a pista contrária e bater de frente com o outro, a caminhonete que seguia logo atrás se chocou contra a traseira do caminhão boiadeiro.
Ainda conforme o agente da PRF, apesar de um dos veículos ter invadido a pista do outro, por enquanto não é possível afirmar quem estava certo e o que provocou a batida. Ele explica que existem diversas possibilidades como uma saída de pista, uma manobra para desviar de algum obstáculo, ou mesmo uma ultrapassagem mal sucedida. Apenas a perícia vai apontar as causas do acidente.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!