Eleições /

Quinta-feira, 14 de Junho de 2018, 15h:24

A | A | A

Campo Verde vai levar quase 29 mil eleitores as urnas na próxima eleição

Ao todo 28.927 eleitores estão aptos para votar em Campo Verde, o município teve um aumento de mais de 2 mil eleitores em comparação com as últimas eleições municipais.


Imagem de Capa
Paulo Pietro

A 12° Zona Eleitoral de Campo Verde, concluiu com sucesso o período de transferências de títulos, resolução de pendencias e agora está concentrando seus esforços nas próximas etapas do pleito eleitoral de outubro.

 

Ao todo 28.927 eleitores estão aptos para votar em Campo Verde, o município teve um aumento de mais de 2 mil eleitores em comparação com as últimas eleições municipais.

 

Segundo a chefe da 12° Zona Eleitoral, Sheila Donadon, “fechou o cadastro, agora já temos o número de pessoas aptas a votar em Campo Verde, ainda neste mês os partidos políticos começam a planejar as convenções partidárias, que devem ser realizadas em julho, com as propagandas intrapartidárias, para podem escolher quais pessoas vão ser candidatas pelos partidos nas próximas eleições. Logo a seguir, para a justiça eleitoral, vem a fase das convocações dos mesários, a partir de 6 de julho a justiça já vai estar divulgando os editais de convocação. Somente depois dessa fase se inicia o registro de candidatura, que tem prazo final em 15 de agosto.”

 

Esse ano, as propagandas eleitorais também terão um espaço de tempo menor, mas vão continuar até as vésperas das eleições. As regras para propagandas de rádio, tv, internet e impresso não mudaram das últimas eleições, bem como os meios de fiscalização, como o aplicativo pardal, que fez muito sucesso e foi precursor de várias denuncias que resultaram em multas e até mesmo cassação de mandatos em casos mais graves.

 

Outro ponto importante citado por Sheila é a data de inicio das vedações de condutas de agentes públicos, que se inicia no dia 07/07, ou seja, a partir dessa data não se pode mais promover, nomear, dar cargo e uma séria de outras condutas vetadas aos agentes, principalmente aqueles que vão concorrer às eleições, como por exemplo, o governador Pedro Taques. “ Três meses antes das eleições é um marco muito importante do calendário eleitoral, para que os serviços principalmente do poder executivo não fiquem comprometidos, os gestores que irão concorrer as eleições tem que se antecipar, pois depois do dia 07/07, não se pode fazer nada até o final dos dois turnos das eleições,” explicou Sheila.

 

Sheila ainda revelou que esse ano não houveram tantas filas para mudança e transferência de eleitores somente nos últimos dias, ela acredita que o eleitor está mais consciente das suas obrigações, desta maneira espera mais uma vez eleições tranquilas em Campo Verde.  

              

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.